Esse ano não resistir essa bonequinha Russa mais fofa e coloridinha, adoro essas coisa. Me deu um pouco de trabalho para encontrá-la, como vou muito na 25 de Março pensei lá eu encontro, mais não tinha. Voltei para casa pensando na boneca, rsrsrs.
Entrei em vários site mais não consegui comprar.

Um dia fui para São Paulo, e pensei hoje não vou na 25 vou na Liberdade, quando vi um monte delas por lá, fiz um escândalo minha filinha até ficou com vergonha de mim, rsrsrs.
Logo comprei a minha e voltei para casa feliz da vida.
Adoro essa bonecas!
Significado delas...

A primeira Matryoshka foi pintada por Maliutin para ser exposta na feira internacional de Paris, em 1900 – onde ganhou medalha de ouro por sua originalidade –, hoje ela se encontra no Museu do Brinquedo?, em Serguiev Posad. Matryoshka é o suvenir russo mais típico, são bonequinhas típicas que se repetem em escala decrescente de tamanho. Atualmente, existem vários centros onde se produzem Matryoshkas, os mais conhecidos se encontram em Serguiev Posad, Semenov, Maidana e Viatka.

A matryoshka, assim como a vódca, é um ícone nacional da Rússia. Também a porcelana Lomonosov, o bliny com caviar, o longo inverno gelado e as primeiras girafas do país são referências russas...

Por mais de um século as Matryoshkas vêm sendo cultuadas como um símbolo da Rússia e um item de colecionismo.

Surgidas em 1890, quando instituiu-se a produção de brinquedos educativos e folclóricos, dentre eles as bonecas, as primeiras Matryoshkas reproduziam as camponesas da ex-União Soviética com trajes coloridos, aventais e instrumentos de trabalho.

Feitas em grupos de oito bonecas que se abrem, revelando outra série delas, representam a figura da família: a tradução literal de Matryoshka é “mãezinha” (mar = mater e oshka = diminutivo).

Além das típicas camponesas, há as que retratam personagens de contos de fadas, ícones da igreja ortodoxa russa e personalidades políticas e históricas.



1 comentários | edit post
Reações: 



Hoje Sábadão e Malhas lindas do Sul e Monte Sião.
Resolvi dar um espiadinha na Viber esse ano e valeu a pena, os preços estava bom, em relação aos preços da cidade, estava a metade do preço.
Em comparação a São Paulo, estava básica mente igual aos preços de lá.
Esse ano no frio estou abastecida, Amei!


0 comentários | edit post
Reações: 


Quando falamos das cores e de seus significados, devemos ter dois focos para abordar:

O que elas representam para nós e o que podem

representar para os outros.

0 comentários | edit post
Reações: 

Entre vários Blogger que visito todos os dia, vejo matérias e trabalhos incríveis, resolvi fazer um Blogger pra mim também, aos poucos vou lesionar matérias interessantes, como essa minha primeira matéria sobre cores que eu tanto amo.
Matéria de Wellington Carrion. Gostei muito da matéria dele e
possamos aprender mais sobre o significado das cores, espero que gostem!

Significados:

Quando falamos das cores e de seus significados, devemos ter dois focos para abordar: o que elas representam para nós e o que podem representar para os outros.


É importante ressaltar que as cores, cada uma com sua característica, têm influência sobre todos nós. Porém, dependendo da experiência positiva ou negativa relacionada a cada uma delas, canalizam de forma diferente nossas emoções. As cores tanto servem para acalmar, quanto para estimular. As quentes (vermelha e laranja) podem trazer estímulos e ânimo às pessoas. Já as frias (azul e verde) podem acalmar e trazer leveza. Mas tudo isso depende de como as pessoas reagem a essas cores.


As cores quentes devem ser usadas em menor escala e misturadas às demais cores frias. Assim, o equilíbrio entre a vitalidade e a tranqüilidade será firmado.

Consultando um dicionário de símbolos encontramos definições estabelecidas para as cores, tais como:


Verde - Cor de equilíbrio, entre a frieza da lógica e a efervescência das emoções. Transmite paz. Integra emoção e razão de uma forma hábil, tão necessária ao equilíbrio de nossa psique. Produz um ambiente calmo e com muita energia ao mesmo tempo.

Azul - Cor da lógica e ponderação. Amplia nossos horizontes, o que resulta em uma visão maior sobre os assuntos que estão a nossa volta. Estimula à razão, a verdade, a lógica, de forma fria (decidida). Cor adequada à locais de conflito presente.

Amarelo - Estimula atenção, afiada e ágil, o amarelo deixa essa situação ao alcance. Ele abre os espaços do conhecimento. Cor de ambição e liderança, simpatia e alegria. Pode abrir o apetite, sendo atualmente muito usada em restaurantes.

Laranja - Cor que envolve a busca de algo novo e curioso. É ideal para quem precisa criar e também para os que querem retirar os medos de críticas e de ir em frente. Cor da liberdade, concentração e independência.

Vermelho - Vínculo afetivo, profundidade nas relações, efervescência, dinamismo, calor, força e agressão. Ela pertence à eternidade dos afetos. Proporciona vitalidade, aumenta a pressão sangüínea sendo excelente para dar mais ânimo e crédito a si mesmo. É a cor que traz em si o poder feminino da sedução.

Preto - Cor do mistério e mantém as intenções no anonimato. Instiga a curiosidade das pessoas, ao mesmo tempo em que se consegue passar despercebido com ela, que camufla as verdades ao exterior. Capta o que acontece sem dizer a que veio. Protege das cargas negativas, mas por outro lado não deixa fluir a energia e, assim, não renova a carga energética do ser humano.

Branco - Vibrante e estimulante por ser a união de todas as cores. Como cada uma das pessoas já carrega uma determinada vibração, é bom saber dosar o uso dessa cor. Produz troca de energia e capta bem a energia solar. Favorece a clareza, trazendo a verdade. Pode tornar um ambiente monótono, levando à dispersão.

Como utilizar:


Estes padrões, ditos como "significados das cores" podem limitar o artista no que diz respeito a criação. Procure agregar seus próprios conceitos à essas informações. Tente focar pontos positivos e negativos para as cores com simples palavras. Você irá sentir que seu significado pode trazer mais possibilidades criativas.

Teremos como exemplo a cor preta:
ponto negativo - Morte, medo e mentira.
ponto positivo - Equilíbrio, força e curiosidade.

Para muitos a cor preta pode trazer a sensação de medo e mentiras, principalmente quando temos em foco os adolescentes góticos. Mas no ambiente empresarial podemos representar o equilíbrio e força, com homens em ternos pretos.

Posso dizer que fica complicado usar uma cor como o marrom, ou qualquer outra, sem ter em mente o que ela pode representar.

Podemos também citar outros pontos:

Cor Branca - Noiva, limpeza, vazio, solidão...
Cor Amarela - Luz, riqueza, sol...
Marrom - Terra (pé no chão), madeira, enjôo.

Você pode reparar que nesses casos, temos links concretos como a noiva, o sol, e a madeira. Inconscientemente vamos trazendo mais possibilidades simbólicas para nosso trabalho, auxiliando então no processo de criação.

As cores Magenta, Púrpura, Escarlate e Marrom não são visíveis no arco-íris, mas vibram de forma intermediária entre uma cor e outra. Essas cores podem não soar muito bem em materiais infantis... a menos que você esteja convicto de sua importância para o mesmo.

Podemos também entender que crianças enxergam melhor as cores vibrantes como o vermelhão, amarelão, azulão, etc. Quanto mais velhos ficamos, mais nossos olhos captam as cores, a escala de cinza é melhor compreendida e podemos até dizer que o mundo vai ficando cada vez mais triste, conforme envelhecemos.

Bom, as regras poderão ser rompidas de acordo com nossos ideais, sempre levando em consideração, a representação da cor no mundo real e seu significado.


É isso, obrigada a todos!

0 comentários | edit post
Reações: